08/02/15

Como saber se S4 é original, não caia na mão de golpistas, ele é o preferido.

Embora não seja mais o top de linha da Samsung, o Galaxy S4 ainda é muito visado por falsificadores. Se você pretende driblar os grandes preços da loja oficial e vai optar por compras online ou em estabelecimentos menos confiáveis, veja como avaliar se o modelo da fabricante coreana é verdadeiro.

A maneira mais fácil de imitar qualquer smartphone é, primeiro, copiando seu design. Alguns falsificadores, porém, não têm tanta atenção nesse quesito, se limitando a usar o mesmo desenho e material, mas esquecendo de quesitos-chave, como o peso. Cópias baratas do S4 ou de outro aparelho qualquer podem ser identificadas facilmente por serem mais pesadas, já que o produto original tem somente 130 g.
Galaxy S4 clonado pode ter design grosseiro (Foto: Reprodução/Paulo Alves) 
Galaxy S4 clonado pode ter design grosseiro (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Outro ponto em que modelos falsos costumam pecar é no tamanho das bordas ao redor da tela, que, por vezes, são muito maiores do que o normal. Na prática, se você notar facilmente bordas de 1 cm ou mais, o smartphone é de origem duvidosa.
Além disso, vale também reparar com atenção no botão físico do aparelho, localizado na parte inferior frontal. Fabricantes de falsificados podem se descuidar na hora de posicionar o botão, deixando-o ligeiramente centralizado. Em alguns casos, até deixam de lado os botões touch de cada lado do botão Home.

Software
Se for original, o celular vai ter Play Store, apps da Samsung e todos os recursos de software de um Galaxy (Foto: Reprodução/Paulo Alves) 
Se for original, o celular vai ter Play Store, apps da Samsung e todos os recursos de software de um Galaxy
Se mesmo depois de analisar a aparência e pegada do aparelho você continuar em dúvida sobre sua originalidade, é hora de verificar eventuais falhas no sistema instalado. De primeira, veja se não há nada escrito em chinês nos menus, mesmo que você tenha configurado o português como padrão.
Certifique-se também de que o celular está rodando ao menos a versão 4.2.2 do Android. Qualquer versão inferior indicará um produto não-original. Para isso, basta acessar o menu, ir até a opção “Sobre o telefone” e verificar a informação escrita no rótulo “Versão do Android”.

Veja também se estão presentes os recursos nativos empregados pela Samsung em seus aparelhos top de linha, como o Smart Stay, Air Gesture, Smart Scroll e Multi-janela. Tudo pode ser acessado por meio do menu de atalhos na área de notificações. Na lista de apps, certifique-se de que há a Play Store instalada, além de outros aplicativos feitos pela Samsung, como Samsung Apps e Chat On.

Verifique modelo e IMEI por meio de comandos no discador (Foto: Reprodução/Paulo Alves) 
Verifique modelo e IMEI por meio de comandos no discador
Feito isso, tente alguns comandos. No discador, digite *#1234# para verificar o modelo do produto, que deve acusar I9500 ou I9505. Por último, descubra o IMEI do dispositivo digitando *#06# também no discador – se não aparecer uma caixa de diálogo com um número de 15 dígitos e dois algarismos identificadores, o celular é, certamente, falsificado.

Fonte: TechTudo