20/01/15

Whatsapp começa a banir usuários de Whatsapp Plus e apps alternativos.

Se você é usuário de aplicativos que modificam o WhatsApp como WhatsApp+ e WhatsAppMD, é melhor dar adeus a esses produtos se quiser continuar usando o original.
O WhatsApp iniciou uma campanha agressiva para fazer com que usuários parem de utilizar software que não foi desenvolvido ou autorizado pela empresa. Usuários cadastrados nestes aplicativos estão sendo descadastrados do WhatsApp por 24 horas e só poderão voltar a usá-lo se desinstalarem o app derivado. A rigidez da medida leva a crer que o WhatsApp quer varrer do mapa os apps paralelos.
“O WhatsApp Plus contém códigos fonte, os quais o WhatsApp não garante serem seguros e também não garantimos que suas informações pessoais não estejam sendo repassadas a terceiros sem que você saiba ou sem sua autorização”, alerta o texto publicado no FAQ da empresa.
O WhatsApp+ permite modificar o visual do WhatsApp, alterando cores e outros elementos. Com ele, também é possível aumentar o limite de upload de conteúdo como vídeos ou música (o WhatsApp oficial só autoriza 16 megabytes). Já o WhatsApp MD proporciona ao visual do aplicativo uma roupagem “material design” (a nova identidade visual lançada pelo Google para o Android L).
As comunidades do WhatsApp+ e do WhatsAppMD no Google+ postaram mensagens de esclarecimento aos seus usuários. Prometem driblar a restrição em breve, permitindo que suas versões voltem a ser usadas.
Confira o screenshot do Whatsapp plus:

Fonte: Folha