12/07/14

Google nega acusação do Avast de reset do Android não apagar totalmente arquivos dos usuários.


O Google concretizou em  se defender das pesquisas do Avast que indicavam que o reset de fábrica do Android permitia a recuperação dos dados do usuário, o que seria uma falha de segurança séria, uma vez que um ladrão ou um possível comprador poderia restaurar fotos ou informações privadas do usuário anterior. A empresa de buscas se manifestou afirmando que a pesquisa deve ter se passado com versões antigas do sistema.
“Esta pesquisa parece ser baseada em aparelhos com versões antigas do Android (pré 3.0) e não reflete as medidas de segurança implementadas em versões mais recentes do sistema operacional, presentes na grande maioria dos celulares hoje. Se um usuário pretende vender ou se desfazer de um dispositivo, recomendamos que ele faça antes a criptografia do conteúdo e depois aplique um reset de fábrica – recursos que estão disponíveis no Android há mais de três anos”.
Para acessar informações, a empresa utilizou ferramentas bem genéricas, disponíveis ao público, como o programa FTK Imager. “À primeira vista os celulares pareceram estar completamente apagados, mas conseguimos rapidamente recuperar os dados privados”, divulga a  McColgan.