04/07/14

Bilhete único de SP já pode ser recarrregado via APP.


Usuários do transporte público de São Paulo agora contam com uma novidade que promete facilitar o dia a dia e evitar filas. Desde a última quarta-feira (2), quem precisa pegar o ônibus ou metrô usando o Bilhete Único pode recarregar o cartão por meio de um aplicativo para celular, lançado pela São Paulo Transporte (SPTrans), responsável por gerenciar o sistema de transportes da capital paulista.
De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o app funciona apenas em celulares com tecnologia NFC (Near Field Communication), que realiza transferência de dados de um dispositivo para o outro. Neste caso, basta encostar o cartão na parte de trás do aparelho para fazer o pareamento das informações. Cerca de 60 smartphones já são compatíveis com o download da ferramenta, entre eles o Samsung Galaxy S3 e Galaxy S4, o Motorola Moto X, Razr, Razr HD e Razr D3, o Sony Xperia L, Xperia ZL e Xperia SP, o Nexus 4, Nexus 5 e o LG G2, além dos tablets Nexus 7 (versão 2013) e Nexus 10.
O sistema de pagamento do app Ponto Certo Bilhete Único é bastante simples. Ao acessar o programa, o usuário pode consultar seu saldo em todos os tipos de Bilhete Único e, caso queira fazer uma recarga, selecionar a quantidade de créditos desejada. Feito isso, o sistema vai gerar um boleto na loja virtual para que o consumidor pague o valor, e depois é só encostar o celular na parte traseira para concluir o processo de recarga - ainda assim, é necessário aguardar um dia útil até que o valor seja creditado no cartão. Vale lembrar que é preciso ativar a função NFC nas configurações do celular.
Por enquanto, a ferramenta está disponível apenas para donos de aparelhos com sistema operacional Android e pode ser baixada pela loja virtual da Google Play (clique aqui para acessar). Uma versão também deve chegar ao Windows Phone da Microsoft nos próximos meses. O app não foi desenvolvido para iOS, a plataforma do iPhone da Apple, porque nenhum modelo possui tecnologia NFC.
A partir do dia 4 de agosto, o aplicativo ganhará suporte para pagamentos em débito direto pela tela do app. Segundo a Prefeitura, cerca de 2,5 milhões de pessoas podem ser beneficiadas com a novidade, e a ideia é que o Bilhete Único seja habilitado para outras atividades na capital paulista, entre elas utilizar o cartão como meio para pagar entradas em sessões de cinema e redes de fast-food.
"Para o cinema, você coloca um validador, que não precisa ser daquele tamanho [do ônibus ou metrô], encosta [o cartão] e paga. Evita fraude. Por isso que é importante o cadastro do Bilhete Único", explicou Jilmar Tatto, secretário municipal dos Transportes. "O nosso foco é prestação de serviço de funcionalidade pública. A SPTrans não é uma financeira. Mas isso agrega valor a nós. Isso pode vir a ser uma fonte de financiamento dos transportes", disse.
Bilhete Único
Aplicativo permite consultar saldo e fazer recargas do Bilhete Único em SP. (Foto: Reprodução/Google Play)

Outras implementações

Além do app do Bilhete Único, a prefeitura de SP deve lançar em 2015 um recurso que vai permitir usar o próprio celular como forma de pagamento de passagens dentro dos ônibus e metrôs da capital. Ou seja, para pagar a passagem, o usuário só precisaria encostar o aparelho com NFC no validador do veículo para liberar a catraca. Isso já acontece em alguns países asiáticos e, aos poucos, o conceito está chegando a algumas cidades brasileiras, como São Paulo e Rio de Janeiro.
Há ainda um outro projeto que utiliza um relógio de pulso, também com tecnologia NFC, para substituir o Bilhete Único. O dispositivo, que custará aproximadamente R$ 200, deve chegar no país ainda este ano nas cidades de Recife, Ribeirão Preto e São Paulo. Na capital paulista, o acessório funcionará automaticamente em todos os 12 mil terminais da rede municipal, incluindo guichês, máquinas e revendedores de créditos credenciados.