16/02/14

Dizem os rumores que Microsoft pode tornar apps Android compatíveis ao Windows Phone

Rumores apontam que Windows Phone tem planos para rodar aplicativos do Android nativamente. De acordo com o site The Verge, esse é o desejo de alguns executivos da companhia, que veem no sistema operacional rival uma maneira de atrair mais usuários para sua plataforma móvel e aumentar as suas vendas.

Segundo uma fonte ouvida pelo site, algumas pessoas dentro da Microsoft consideram crucial o suporte aos apps Android para manter vivo o ecossistema do Windows Phone. Afinal, sua loja é comumente alvo de críticas por sua ainda pequena base de aplicativos disponíveis para download.
A fonte ainda revela que os aplicativos Android podem ser disponibilizados diretamente para download na Windows Phone Store, de modo que o usuário continuaria a logar com sua conta da Microsoft e a usar os serviços de armazenamento em nuvem da empresa. A estratégia seria, portanto, atrair mais consumidores para o Windows Phone com uma oferta maior de apps, e mantê-los atrelados ao ecossistema por meio de serviços extras como OneDrive, antigo SkyDrive, entre outros produtos exclusivos.
No entanto, a ideia tem gerado polêmica no interior da empresa, já que uma parcela dos executivos seria contrária à proposta. Segundo eles, a abertura da plataforma a apps Android poderia canibalizar a plataforma, afastando mais ainda os desenvolvedores do Windows Phone e até do Windows para PC – apps Android seriam usados também no Windows 8, junto a apps com interface "Metro".
Um grande problema dessa iniciativa, por parte do usuário, seria a grande diferença de design de interface entre as plataformas. Apesar de aplicativos como o Facebook já terem abandonado de vez as diretrizes do Windows Phone, é difícil pensar que apps idealizados para rodar um sistema tão diferente poderiam ser facilmente adaptados, sem prejuízos de usabilidade.
Rumores apontam, ainda, que a Intel seria a mais interessada em tornar o Windows 8 compatível com programas do Android. O objetivo seria frear o mercado de PCs rodando Android e impedir a larga adoção do programa de virtualização Bluestacks, que, recentemente, selou parceria com a AMD, rival da Intel no mercado de chips.
As suposições sobre o suporte a aplicativos Android no Windows Phone chegam em um período em que parece haver cada vez mais chances de que a Nokia realmente lance um smartphone rodando sistema operacional do Google, dados os vazamentos recentes.
Mesmo que seja uma versão bastante modificada, o Nokia com Android, junto com uma possível liberação de apps do robô no Windows Phone, apontam para um futuro possivelmente promissor entre Microsoft e Google, rivais em quase todos os setores, desde mobile e PCs até buscadores.
De qualquer maneira, as conversas internas ainda estariam, de acordo com a fonte ouvida pelo Verge, em estágio inicial. Resta-nos esperar para ver o que o novo CEO, Satya Nadella, e seu conselheiro de tecnologia, Bill Gates, decidirão sobre o futuro da plataforma móvel da Microsoft.
Fonte: Techtudo