24/04/13

Fundação brasileira desenvolve sistema para substituir senhas em aparelhos Android



O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD)  concluiu mais uma fase do projeto que de criação de um ambiente seguro para acesso a serviços e informações por meio de dispositivos móveis com tecnologias de autenticação biométrica multimodal (face e voz) e iconográfica dos usuários, que deverão substituir as senhas convencionais. A previsão para entrega do projeto é até o final do ano.
Na atual fase do projeto, as tecnologias foram incorporadas ao protótipo do aplicativo “Box Seguro Biomodal”, que permite utilizar a biometria de face, voz e iconografia para acesso controlado a serviços com smartphones do sistema operacional Android e o protótipo promete segurança das transações e dados dos usuários de dispositivos móveis.
Segundo José Reynaldo Formigoni Filho, gerente de segurança da informação do CPqD, a ferramenta pode ser usada para os meios de pagamentos móveis. “Hoje, a maturidade das tecnologias de biometria, aliada à utilização de senhas tradicionais ou iconográficas, possibilita o desenvolvimento de soluções de autenticação seguras para o setor financeiro”, enfatizou Formigoni.
“Com o uso de smartphones por brasileiros e BYOD (Bring Your Own Device), é preciso um mecanismo mais seguro do que as senhas”, complementa Emílio Nakamura, pesquisador e coordenador do projeto pela instituição. “A iconografia é uma alternativa para as senhas alfanuméricas, uma vez que é sustentada pelo uso de ícones em vez de teclados virtuais, e pelas estratégias mnemônicas, que ajudam no processo de memorização e usabilidade”, explica.