01/04/13

Facebook prepara invasão ao Android com ecrã inicial próprio


Em vez de criar um smartphone específico, o Facebook pode atacar o segmento mobile com uma versão personalizada e integrada da rede social com o sistema operativo do Android.


O Facebook convidou a imprensa especializada para um evento na próxima quinta-feira, 4 de abril, onde quer falar sobre a nova "casa" no Android. Os rumores de que a rede social de Mark Zuckerberg pode estar a preparar um smartphone próprio parecem estar fora de questão e em alternativa o Facebook está a trablhar uma versão customizada do sistema operativo da Google que coloca a plataforma social no centro das atenções do telefone. 

Segundo fontes anónimas citadas por vários meios de comunicação, como o The New York Times e o The Wall Street Journal, o Facebook está a desenvolver uma versão do Android que colocaria como ecrã inicial - aquele que aparece logo após o desbloqueio do telefone - um centro de notificações ligado à conta de Facebook dos utilizadores. 

Os mesmos meios de comunicação escrevem ainda que a HTC vai ser a fabricante parceira do primeiro telemóvel com a nova skin, pelo que o modelo adotado pode ser semelhante ao do BlinkFeed introduzido no Sense 5.0 e que para já apenas vai estar disponível no HTC One. 

A empresa Mark Zuckerberg estará também em negociações com outras marcas de smartphones para que este ecrã principal possa ser aplicada a mais dispositivos móveis, o que olhando para o rol de apps que o Facebook já disponibiliza, reforçariam a "invasão" ao sistema operativo móvel da Google. 

O objetivo é aumentar o número de tempo que os utilizadores dedicam à plataforma social nos dispositivos móveis com o intuito de aumentar também as receitas provenientes de anúncios em versão mobile

Além do novo "ambiente de trabalho", existem informações de que as aplicações como o Facebook Camera e o Facebook Messenger podem ser as apps de câmara e de mensagens nativas da alegada versão personalizada do Android. 

À partida este tipo de modificações que o Facebook quer estabelecer com as várias fabricantes não coloca em causa o acordo das marcas na aliança Android e pode até ser positivo para o sistema operativo do robô verde. Caso estes relatos se confirmem, o iOS da Apple fica em desvantagem pela pouca flexibilidade de opções que disponibiliza em termos de personalização, segmento onde perde claramente para o sistema operativo rival. 

Fonte:Tek Tek mobile