17/04/13

Android atinge 1.5 milhões de ativações diárias

O diretor executivo da Google afirmou que o Android já atingiu a marca das 1.5 milhões de ativações diárias.
Segundo Eric Schmidt até ao final do ano o Android poderá alcançar mil milhões de ativações totais, fruto dos acordos e parcerias com mais de 320 fabricantes, representados em mais de 160 países.
Como se estes números não gerassem já por si bastante impacto, Schmidt lançou ainda outra informação que agradará aos consumidores. Nos próximos dois anos a Google quer disponibilizar smartphones topo de gama por um preço que rondará os 100 dólares, qualquer coisa como 77 euros. A principal parceira desta ideia será a Samsung, líder de mercado na venda de smartphones. Se esta descida de preços realmente acontecer, então o sistema operativo Android terá um crescimento ainda maior do que já tem.
O ponto interessante de todos estes pormenores é que o Android não foi criado inicialmentepara smartphones mas sim para câmaras fotográficas. Andy Rubin, co-fundador da Android Inc. disse que a intenção original do Android em 2004 era ser um sistema para máquinas fotográficas que aceitasse aplicações de terceiros. Como a procura de mercado na altura não justificava o investimento, e existia a ameaça da Microsoft e do Symbian da Nokia, ele foi convertido em SO para telemóveis.
Um ano depois a Android Inc. foi comprada pelo Google e o hoje diretor executivo do Google, Eric Schmidt, estava na Apple, onde se diz que ele conseguiu informações valiosas sobre o iOS. Steve Jobs chegou mesmo a dizer que o Android era um conceito roubado.
Com este tipo de guerras em que cada empresa tenta superar as rivais, quem costuma sair vencedor são utilizadores que vão vendo os sistemas a evoluir de uma forma espantosa.

Fonte:Tecnologia.com