19/03/13

Samsung ignora Android durante lançamento do Galaxy S4


Analista especula que isso pode sinalizar intenção da Samsung em migrar a família Galaxy para o sistema operacional Tizen.


A Samsung anunciou seu mais novo smartphone, o Galaxy S4, em um evento organizado como um musical da Broadway e realizado em Nova Iorque na noite desta quinta-feira. Mas praticamente evitou qualquer menção ao sistema operacional usado no aparelho, o Android.
“O Android não importa mais, certo?” disse Carolina Milanesi, uma analista do Gartner, apontando para a falta de atenção ao sistema operacional. “O que importa para a Samsung é a diferenciação em relação a outros produtos com Android, e deixar claro que o Galaxy S4 é um produto da Samsung”.
Segundo Milanesi e outros analistas a revelação da noite foi a intenção da Samsung, expressa entre linhas, de construir seu próprio ecossistema para smartphones à parte do Android. “A Samsung cresceu e está jogando como gente grande, se distanciando do Android”, disse ela.
Kevin Burden, um analista da Strategy Analytics, concorda que o Android foi ignorado, e que o nome praticamente não foi mencionado no palco. “É quase como se a Samsung estivesse se preparado para usar o Tizen como seu próximo S.O. em vez do Android”, disse ele.
Tizen é um sistema operacional baseado em Linux apoiado pela Intel, Samsung, Fujitsu e Huawei. A Samsung já demostrou alguns aparelhos protótipo, mas o consenso entre quem os usou é de que eles precisam de mais refinamentos antes do lançamento.
Burden sugeriu que seria muito mais fácil para a Samsung tomar controle do Tizen como um sistema operacional. “Sabemos que a Samsung tentou por várias vezes usar o sistema operacional Bada, então eles obviamente não perderam a intenção ou desejo de ter mais controle sobre suas plataformas”.
Burden e Ramon Llamas, um analista do IDC, dizem que no S4 a ênfase foi em recursos que o consumidor pode querer. “Muitos dos recursos anunciados foram evolucionários e não um grande salto à frente, mas é extremamente difícil dar um grande salto no mercado de smartphones”, disse Llamas.
O S4 “ainda está no topo da inovação, junto com o HTC One e o Nokia Lumia 920” e segundo Llamas é provável que milhões de aparelhos sejam vendidos. “Ele definitivamente deixa a Apple e outros fabricantes de sobreaviso”, disse ele.
A BlackBerry também deve ficar de olhos abertos, diz Llamas, já que o S4 inclui recursos de "dupla personalidade" com a tecnologia Knox, baseada na iniciativa SAFE (SAmsung For Enterprise). Com este recurso um funcionário pode armazenar dados da empresa em uma área do smartphone completamente separada de seus arquivos e informações pessoais, algo que a BlackBerry inclui no Z10. 
O Samsung Galaxy S4 chegará às lojas no Brasil em 26 de Abril em dois modelos, com 3G por R$ 2.399 e com 4G por R$ 2.499. Ambos tem 16 GB de memória expansível com cartões microSD, tela de 5” com resolução FullHD (1920 x 1080 pixels) e câmera traseira de 13 MP. O aparelho estará disponível em duas cores: “Black Mist” (grafite) e White Frost (branco).


Fonte: NBUSINESS