18/02/13

Vertu, antiga divisão da Nokia, lança smartphone Android de R$ 20 mil



O smartphone com Android mais caro do planeta, segundo o jornal norte-americano "The Wall Street Journal", acaba de chegar ao mercado pela bagatela de US$ 10 mil (R$ 20 mil). A Vertu, antiga divisão de aparelhos de luxo da Nokia, lançou o seu mais novo telefone celular, o Vertu TI, que tem no visual o seu grande atrativo.



O Vertu TI foi desenvolvido com materiais diferenciados, como titânio, cerâmica preta polida, couro preto e uma tela de cristal de safira. O aparelho é “virtualmente à prova de arranhões” e dá ao seu usuário acesso a toda uma linha de serviços oferecidos pela Vertu, como uma espécie de clube de descontos e serviços pessoais exclusivos.
Seu hardware, no entanto, não é lá dos mais avançados. Por exemplo, ele vem com um sistema operacional um pouco ultrapassado: o Android 4.0 Ice Cream Sandwich, lançado há cerca de um ano. Isso, aliás, é uma característica bem comum nestes aparelhos da Vertu, que têm como principal objetivo serem luxuosos e não potentes.
Este é o primeiro smartphone lançado pela Vertu que não conta com o Symbian. Por isso, ainda que ele seja mesmo o Android mais caro do mundo, passaria longe entre os equipados com o antigo sistema operacional da Nokia. A empresa oferece alguns modelos com o Symbian que custam até US$ 300 mil (R$ 600 mil) e são revestidos de diamantes.

Fonte: Techtudo