22/07/16

Capa permite rodar sistema Android em um iPhone



Donos de iPhone na China já podem fazer seu aparelho rodar o sistema operacional da rival Google. A empresa local Haimawan lançou nesta semana um case chamado MESUIT, que permite ao celular da Apple rodar uma versão customizada do Android.
A capinha vem com uma placa de circuito interna que, combinada a um aplicativo intalado no iOS, permite que o iPhone faça dual-boot, podendo escolher entre os dois sistemas operacionais quando é ligado. Além do Android, o MESUIT vem também com uma bateria extra de 1.700 ou 2.500 mAh, 16GB de armazenamento e espaço para cartão Nano SIM.
O case para iPhone 6 ou iPhone 6s sai pelo equivalente a R$ 492, enquanto a versão para as telas maiores do iPhone 6 Plus e 6s Plus sai por R$ 541 convertidos para a moeda chinesa. A fabricante não informa se o MESUIT estará à venda em outros países além da China.
Via The Verge




Sistema de verificação do Android N pode dificultar o root de aparelhos

Uma das características do Android que ajudou o sistema ganhar espaço frente à concorrência é a relativa abertura que ele oferecia aos consumidores. É comum encontrar quem tenha aparelhos mais antigos (ou simplesmente busca algo novo) que apela para o processo de root para forçar a instalação de atualizações ou de ROMs modificadas — algo que, infelizmente, pode estar próximo de acabar.
As mesmas configurações de segurança que podem bloquear a inicialização de aparelhos infectados por malwares no Android Nougat (assunto que já tratamos neste link) podem dificultar bastante o root de novos aparelhos. Ao verificar que houve uma modificação no root do sistema, a nova versão pode obrigar o usuário a realizar uma restauração completa antes de permitir o uso de um smartphone ou tablet.
Para completar, a nova versão conta com um sistema de correção de erros que pode reparar automaticamente as mudanças que você fez para facilitar a instalação de ROMS. A decisão faz sentido quando levamos em consideração os processos de segurança necessários para tornar possíveis recursos como pagamentos mobile, mas traz como consequência mais dificuldades para quem deseja usar um software com características mais personalizadas.
Obviamente, a cena dedicada a fornecer ROMs personalizadas já deve estar ciente da situação e buscando formas de solucionar esse problema em potencial. Resta saber se algumas das funções oferecidas pela Google vão deixar de funcionar em aparelhos com root, tal qual a Samsung faz com o sistema Pay em aparelhos desbloqueados.
Fonte: Tecmundo




Como limpar o seu Android de um trojan ou adware

Ao estar presente em aproximadamente 70% dos smartphones e tablets mundo afora, não é de se estranhar que o Android seja alvo constante de ataques. Há muitos malwares que podem infectar o robozinho, sendo que os tipos mais populares são conhecidos como adwares e trojans.
Os adwares, diferentemente de outros tipos de vírus mais elaborados, nem sempre têm por objetivo roubar informações pessoais ou danificar o aparelho. Na verdade, a missão dessas pragas é instalar no sistema aplicativos patrocinados e exibir propagandas que tragam algum lucro para os criadores.
Mesmo que essas propagandas e apps que são instalados involuntariamente possam parecer inofensivos (e muitas vezes de fato o são), a verdade é a atuação do código malicioso pode comprometer significativamente o desempenho do aparelho, o deixando muito mais lento e fazendo com que a autonomia da bateria vá por água abaixo.
Recentemente, um colega da redação teve o seu smartphone (um velho, mas guerreiro LG G2) infectado por um trojan e adware, e é claro que nós aproveitamos a oportunidade para estudar o comportamento do malware. Encontramos uma solução e a matéria a seguir descreve os passos necessários para destruir a praga. Se o seu Android está exibindo propagandas de forma randômica e instalando apps sem sua autorização, confira os passos a seguir.

1 – Identificando o agressor

Quando um antivírus tradicional é incapaz de reconhecer um código malicioso, a única opção que resta é estudar o comportamento do vírus. A praga que nos enfrentamos não só carregava propagandas em tela-cheia de tempos em tempos, mas também instalava uma série de aplicativos de forma automatizada. Veja a seguir a lista completa:
  • Apex Launcher;
  • DU Battery Saver;
  • Box;
  • Safety Care;
  • Superb Cleaner;
  • Bloqueador Super;
  • Home Theme – MarshMallow;
  • Ícones de relógio mundial.

2 – Administrador?

Os app listados acima não são maliciosos, mas são instalados sem sua permissão pelo adware, o que indica que ele está se valendo de algum programa de afiliados para lucrar com isso. Como uma desinstalação tradicional não surte nenhum efeito (já que os aplicativos voltam sozinhos depois de algum tempo), é preciso verificar se há algum programa com direitos de administrador rodando no aparelho.
Para fazer essa verificação, vá em Ajustes > Segurança > Administradores do dispositivo (ou Settings > Security > Device Administrators, se seu gadget estiver em inglês). Se qualquer app desconhecido estiver sendo listado nessa tela, é quase certo que ele pode ser o culpado – não remova o “Gerenciador de disp. Android” (Android Device Manager), ele é seguro! –. Para eliminar um item da lista de administradores, selecione-o e, em seguida, toque em “Desativar”.

3 – O problema persiste?

Se não há nada suspeito da lista de administradores, ou a remoção de itens estranhos não resolveu o problema, então é possível que seu Android esteja infectado com um tipo de malware mais elaborado, como um trojan ou rootkit, que ajudam o adware a manter sua operação. Nesse caso, a utilização de uma ferramenta mais especializada é necessária. Durante os nossos testes, o Stubborn Trojan Killer se mostrou muito eficiente.
Depois de instalar o software de segurança, basta um toque em “Scan” para dar início a uma varredura. Em nosso aparelho de testes, dois vírus foram identificados: Ghost Push Trojan e General Trojan [Key Chain]. Por sorte, bastou pressionar o comando “KILL” para que os arquivos maliciosos fossem destruídos. Os aplicativos extras que eram instalados automaticamente puderam então ser removidos também sem nenhuma dificuldade.

4 – Último passo

Depois de apagar os trojans e desinstalar os apps indesejados, um último passo pode ser muito necessário: a redefinição do sistema. Isso evitará que algum dos vírus, que ainda pode estar em execução na memória RAM, volte a se recuperar após uma reinicialização do sistema.
É importante destacar que a redefinição do SO pode não ser suficiente para acabar com os vírus caso você não tenha primeiramente executado os procedimentos descritos acima.

Precaução

Embora não seja impossível limpar um gadget infectado, a precaução é sempre a melhor defesa. Para conferir algumas dicas de como manter o seu Android blindado.




21/07/16

Criptografia do WhatsApp pode ser quebrada por governo interino do Brasil

A notícia de que o WhatsApp começou a criptografar as conversas foi comemorada em todo o mundo. Hoje, quando falamos sobre segurança e privacidade, utilizar um aplicativo de mensagens sem o recurso de "conversas seguras" é algo impensável. Acontece que, o atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, escolhido pelo governo interino de Michel Temer (PMDB), está trabalhando em um projeto de lei para quebrar a criptografia do WhatsApp no Brasil.
A ideia escusa nasceu após os constantes e recentes bloqueios ao aplicativo mensageiro. Segundo o CD, após reunião com o atual presidente da Câmera dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Justiça comentou o seguinte:
A privacidade de milhões de brasileiros pode ficar em risco
"Estamos no ministério elaborando um projeto para que haja meio termo nisso, no sentido de que a empresa detentora das informações deve ter uma sede no Brasil, que permite tecnologicamente que ela forneça as informações brasileiras". O conteúdo desse projeto de lei indicado não foi revelado, contudo, a ideia de uma provável quebra de criptografia para casos brasileiros provavelmente será o foco.
O ministro Moraes vai além e ainda reclama do "não fornecimento de informações por parte de quem detém informações absolutamente necessárias para o combate ao crime". Ou seja: a privacidade de milhões de brasileiros pode ficar em risco por causa de supostos combates ao crime futuros.
Apesar da tentativa de quebrar a criptografia do WhatsApp, outros projetos e ementas estão buscando colocar um fim nessa história, como citou o CD. O PL 200/16, por exemplo, busca a proibição de bloqueio total do WhatsApp por meio de incisos do Marco Civil. Os incisos devem tornam "incabíveis, em qualquer hipótese, a suspensão ou a interrupção universais de aplicações de internet enquanto medida coercitiva proferida em investigação criminal ou processo judicial cível e penal”.
Presidente interino Michel Temer e ministro da Justiça, Alexandre de Moraes

Quem é Alexandre de Moraes

O ministro da Justiça escolhido pelo governo interino de Michel Temer gerou algumas discussões quando foi anunciado. Alexandre de Moraes (PSDB) já havia atuado como secretário de Justiça do governador de SP, Geraldo Alckin (PSDB), e também do ex-prefeito da cidade, Gilberto Kassab (PSD).
Moraes, que também é advogado, já defendeu Eduardo Cunha (PMDB), ex-presidente da Câmara dos Deputados, em ação sobre o uso de documento falso que Cunha havia utilizado para conseguir uma absolvição. Atualmente, Cunha está sendo investigado pela Operação Lava Jato, foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República ao STF — corrupção passiva e lavagem de dinheiro —, foi acusado de mentir na CPI da Petrobras e, atualmente, está afastado do mandato de deputado federal e da presidência da Câmara.
Fonte: Tecmundo.




20/07/16

Saiba quais são as categorias de raridade de Pokémons

Pokémon GO já foi lançado há quase duas semanas e já trouxe muitos casos curiosos e surpreendentes e até mesmo utilidades além das que esperávamos. O game ainda não chegou ao Brasil, mas você já pode ter a dúvida: os monstros aparecem aleatoriamente ou há uma certa categoria de raridade entre eles?
Quem teve a chance de jogar aqui quando os servidores ficaram online certamente se deparou com muitos bichinhos de level mais baixo ou menos populares, como Diglett, Zubat, Rattata e muitos outros do tipo. Há um motivo por trás disso: Pokémons mais simples aparecem com mais frequência quando o level do treinador é baixo. Confira o rank de cada um dos animais presentes no game:

Pokémons muito comuns

  • Caterpie
  • Weedle
  • Pidgey
  • Rattata
  • Ekans
  • Sandshrew
  • Nidoran(Female)
  • Nidoran(Male)
  • Zubat
  • Geodude
  • Bellsprout
  • Machop
  • Poliwag
  • Mankey
  • Meowth
  • Venomoth
  • Paras
  • Oddish
  • Slowpoke
  • Magnemite
  • Gastly
  • Krabby
  • Voltorb
  • Goldeen
  • Magikarp
  • Eevee
Veremos muitos Zubats no começo da aventura
Publicidade

Pokémons comuns

  • Bulbasaur
  • Charmander
  • Squirtle
  • Metapod
  • Kakuna
  • Pidgeotto
  • Raticate
  • Spearow
  • Arbok
  • Psyduck
  • Persian
  • Diglet
  • Golbat
  • Jigglypuff
  • Vulpix
  • Clefairy
  • Sandslash
  • Pikachu
  • Growlith
  • Abra
  • Machoke
  • Tentacool
  • Graveler
  • Ponyta
  • Magneton
  • Doduo
  • Seel
  • Koffing
  • Hitmonlee
  • Cubone
  • Exeggcute
  • Electrode
  • Drowzee
  • Haunter
  • Shellder
  • Grimer
  • Rhyhorn
  • Horsea
  • Staryu
  • Jynx
Obs.: Surfing Pikachu é a coisa mais legal que existe em Pokémon

Pokémons incomuns

  • Butterfree
  • Fearow
  • Nidorina
  • Nidorino
  • Wigglytuff
  • Gloom
  • Parasect
  • Dugtrio
  • Kabuto
  • Golem
  • Tentacruel
  • Machamp
  • Kadabra
  • Poliwhirl
  • Chansey
  • Primeape
  • Golduck
  • Dratini
  • Dodrio
  • Cloyster
  • Scyther
  • Hypno
  • Seadra
  • Seaking
  • Starmie
Scyther

Pokémons raros

  • Beedrill
  • Pidgeot
  • Weepinbell
  • Pinsir
  • Snorlax
  • Mr. Mime
  • Farfetch'd
  • Onix
  • Exeggutor
  • Muk
  • Arcanine
  • Rapidash
  • Rhydon
  • Kingler
  • Magmar
  • Flareon
  • Jolteon
  • Tangela
Snorlax

Pokémons muito raros

  • Gyarados
  • Lapras
  • Vaporeon
  • Kabutops
  • Ivysaur
  • Charmeleon
  • Wartortle
  • Porygon
  • Omanyte
  • Dragonair
  • Raichu
  • Nidoqueen
  • Nidoking
  • Vileplume
  • Gengar
  • Marowak
  • Dewgong
  • Kangaskhan
  • Victreebel
  • Electrabuzz
  • Alakazam
  • Poliwrath
  • Venomoth
Gyarados

Pokémons épicos

  • Aerodactyl
  • Venusaur
  • Charizard
  • Clefable
  • Tauros
  • Omastar
  • Dragonite
Dragonite é um dos mais requisitados

Pokémons lendários

  • Ditto
  • Articuno
  • Zapdos
  • Moltres
  • Mewtwo
  • Mew*

Como evoluir o level de treinador?

Conforme citado no começo desta matéria, você precisa ter um level de treinador mais alto para encontrar Pokémons mais raros, independentemente do tipo deles (como grama, água e muito mais). Portanto, como evolui o nível? Basicamente, realizando qualquer ação, como capturar monstrinhos, evoluir os Pokémons, chocar ovos, lutar em ginásios e muito mais.
Fonte:tecmundo